Como continuar a perder peso durante as dietas de emagrecimento? Confira 5 dicas para manter o foco

Se a perda de peso, em muitos casos, consegue ser mais fácil a partir de alguns dias de iniciada uma dieta, por outro lado, após várias semanas ou até meses, o corpo se acostuma ao processo de emagrecimento e começa a resistir à perda de peso contínuo.

E, ao mesmo tempo, é preciso ter atenção para não confundir que perder peso de modo contínuo (e às vezes sem muita necessidade, já que também perdemos massa muscular neste processo) pode ser entendido como um verdadeiro sinônimo de saúde.
É preciso ter cuidado com essa correlação entre magreza e bem-estar. A medida em que as taxas de obesidade vão aumentando nos últimos anos, também tem feito com que as taxas de transtornos alimentares subissem.

Por outro lado, há aqueles que necessitam realmente de mudanças no estilo de vida e ainda precisam perder peso mesmo após já iniciarem o processo de emagrecimento. E aí surge a questão: como continuar a queima de caloria e gorduras mesmo passados dias de iniciada a dieta? Separamos 5 dicas que vão te ajudar a conquistar o peso ideal e, o melhor de tudo, com muita saúde!

1- Não foque tanto na perda de peso, mas pense também na saúde corporal

Às vezes, ainda que sem muita consciência, existe uma necessidade urgente de ver quantos quilos se foram e se o corpo já está iniciando a caminhada de emagrecimento que você tanto deseja. Mesmo que com boas intenções, focar muito na perda de peso a qualquer custo e ignorar a saúde corporal é algo que pode comprometer a perda a longo prazo de gordura corporal, por exemplo.
Para manter-se saudável, dentro do processo de emagrecimento para além das primeiras semanas/tentativas e ainda evitando transtornos alimentares, desnutrição ou até mesmo efeito sanfona, é necessário focar primeiro na saúde. Se todos os órgãos funcionam bem, se tudo está nos conformes, logo seu corpo irá reagir bem às dietas e seus objetivo e metas serão atingidas.

2- Hábitos sadios determinam nossa saúde

Por outro lado, os hábitos saudáveis vividos no cotidiano determinam nossa saúde a curto, médio e longo prazo do processo de emagrecimento. É dizer que hábitos moldam o indivíduo na maneira como eles potencializam a perda de peso ou atrapalham o emagrecimento.

Participar, de modo agradável e adequado, de esportes, atividades físicas e exercícios, por exemplo, é uma forma de manutenção da perda de peso mesmo depois de muitos dias da dieta iniciada e repetida. Melhorar o estado de ânimo, a saúde cardiovascular, sua qualidade de vida, e a redução de estresse parece ser uma boa chave de compreensão para entender como o corpo funciona e como ele reage às dietas de emagrecimento após os momentos iniciais da perda de peso.

3- Evitar o stress, a pressão e a ansiedade em demasia

Reduzir possíveis cenários e situações que levariam ao estresse, à pressão e à ansiedade demasiada não é algo tão simples de fazer, especialmente se estes locais – onde todos estes sentimentos nada bons acontecem – fizerem parte da rotina de trabalho ou estudos, por exemplo.

Boas dicas para isso (e adaptáveis e realizáveis a ambientes como o escritório e a sala de aula) são a possibilidade de meditar, realizar exercícios de respiração e concentração, práticas de atenção mental e, em locais mais abertos a isso, até mesmo praticar ioga ajuda e muito na manutenção da liberação de energias e na necessidade de nosso corpo compreender que é preciso perder mais peso no decorrer dos dias.

4- Não pule as refeições, mas se alimente nas horas certas

Não, pular as refeições na tentativa de querer enganar o corpo e se alimentar só uma vez ao dia, por exemplo, não irá te ajudar a emagrecer com saúde. Concentre-se em comer ao menos cinco refeições ao dia (café da manhã ao acordar, almoço, café da tarde, jantar, ceia leve antes de dormir).

Se você se alimentar nos horários, nas quantias certas e escolher bem os alimentos de sua dieta de emagrecimento, o metabolismo de seu corpo irá começar a entender que ele precisa gastar um pouco mais do que o consumo diário de caloria ingerido. Comer frutas, verduras e legumes de maneira a saciar-se é uma boa saída para incrementar os cinco horários básicos das alimentações.

5- Mova-se! Ficar parado não irá te ajudar a continuar a emagrecer

Encontre uma maneira agradável de se mover. Desde corridas, caminhadas, exercícios na academia até exercício dentro de casa usando o próprio corpo a partir de dicas de aplicativos para celulares.

Tente dar uma bela caminhada aos fins de semana, se arrisque numa aula de kickboxing ou muay thai, aprenda a nadar, inicie uma série de polichinelos diários… São tantas as maneiras de se exercitar e melhorar a saúde, que não há desculpas para não fazer isso. E mais: se exercitando é possível manter a perda de peso para além do início da dieta, especialmente se você conseguir combinar todas as outras 4 dicas acima junto desta.

Dica bônus: Por último, tenha sempre em mente que sua imagem corporal é tão importante quanto as calorias que você sua a camisa para perder. Todo mundo possui aspectos de seus corpos que não os agrada ou que faz com sua autoestima não seja correspondente aos seus valores.

É normal termos algumas pequenas imperfeições – aos nossos olhos – presentes no corpo, logo, também é saudável sentir-se mal um pouco mal por estar acima do peso.

Mas não perca o foco: uma visão positiva de seu próprio corpo é a primeira parte de uma base importante para sua saúde e os hábitos saudáveis. Somos rápidos em receber bons elogios e melhorarmos consideravelmente nossas performances desde que as pessoas nos vejam como sujeitos de hábitos saudáveis.

Deixe um comentário