1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars ( 1 Votos )
Loading...

Dieta Pós Parto

Dieta Pós Parto
Dieta Pós Parto

Veja a dieta pós parto caso seu bebê já tem mais de dois meses e suas calças ainda não são fáceis de vestir e o zíper teima em se fechar? Mamãe, talvez essa seja a hora de fazer algumas coisas para perder os quilinhos extras que veio de brinde junto com o seu maior presente do ano: o nascimento de seu filho ou filha.

emagrecer

É normal durante o parto que a pele fique mais esticada por todo o período de gestação, já que a musculatura da mulher se adapta a este momento. Mas se logo depois de perder de você ter dado a luz ao seu pequeno – e que meses já tenham se passado desde de essa época – então é necessário começar a modificar alguns hábitos alimentares e de vida. Aqui nós vamos lhe dar algumas dicas para ajudá-la a alcançar seu objetivo.

Cuidado com as famosas “dietas milagrosas”. Se você quer tomar uma dieta específica para perda de peso, visite o nutricionista para dizer qual delas melhor se adapte às suas necessidades.

O corpo e a mente das mulheres enfrentam muitas mudanças após o parto. A mulher se adapta à nova situação e vai passando por várias fases e, embora, a priori, a maior parte do tempo será dedicado ao cuidado do novo membro da família, é também importante reservar alguns minutos para meditar se os passos que estão sendo dados após o parto são os mais corretos na recuperação da boa forma física da da nova mamãe.

Quando se deve começar a praticar esporte depois do parto?

Especialistas sugerem que é aconselhável esperar terminar os primeiros 40 dias. Isso vale para todas, mas especialmente para pacientes que, por um motivo ou outro, têm geralmente uma cicatriz, geralmente perderam sangue e estão anêmicas e, em segundo lugar, ainda têm que fazer um esforço extra pelo tratamento intensivo exigido por um recém-nascido e a consequente falta de horas para o sono.

Elas precisam de toda a energia para a produção de leite que é necessário para o desenvolvimento normal da criança, logo, saiba que é importante se exercitar, mas aguarde um pouco e só depois dos 40 dias comece a fazer exercícios para valer. Claro, antes disso, você pode se exercitar de forma muito leve dentro de casa com yoga ou até breve e não muito intensas caminhadas (e não cooper).

Uma boa dica de exercício pós-parto que ajuda a emagrecer são os exercícios de alongamento que podem, aos poucos, melhorar a postura, movimentos corporais e aos poucos ir reduzindo o excesso de gordura abdominal.

Mas, lembre-se, tudo ainda muito tranquilamente e sem extenuação das energias e corpo. É preciso ter coragem e perseverança para começar a realizar exercícios no pós-parto porque a ansiedade para perder peso rapidamente é grande, mas não é assim tão facilmente que as coisas funcionam.

Exercícios abdominais podem criar uma pressão intra-abdominal que afeta negativamente o assoalho pélvico e facilitar algo pior: a produção de diástase de reto. Esportes de impacto, como correr, sem fazer uma reabilitação calma e necessária por parte da mãe, pode ter consequências importantes para as mulheres.

Muitas vezes até a incontinência urinária provém de esforço em pacientes cada vez mais jovens que na busca pela perda de peso se esforçam de forma demasiada. Como saída para isso e na intenção de ajudar as mamães a emagrecer com saúde, listamos 6 dicas sobre o assunto:

1. Mantenha suas cinco refeições diárias.

Três principais (café da manhã, almoço e jantar) e duas mais leves (meio da manhã e meio da tarde). Isto irá manter o seu metabolismo ativo e de dará energia para realizar suas atividades normais.

2. Não pule as refeições e ou exagere no jantar.

Coma com moderação e inclua bastante frutas e legumes de todas as cores em todos os momentos, mas especialmente na hora do jantar (uma comida mais leve para não atrapalhar o sono, já que para isso, a falta de poder dormir com qualidade, você tem o seu bebê que chora por sua atenção ou simplesmente ainda sente sua falta longe do berço).

3. Não se esqueça de beber dois litros de água por dia

O seu consumo de líquidos, como a água potável, aumenta o metabolismo em 30%, ou seja, seu corpo vai queimar calorias mais rápido a partir da água.

4. Descanse pelo menos 6 horas

Sono ajuda a equilibrar os níveis de hormônios que causam o apetite, de acordo com um estudo da Universidade de Stanford. Basicamente, a pesquisa conclui que: “menos sono = aumento do apetite”.

5. Faça atividade física

Neste caso, não é apenas uma recomendação, é importante fazer com orientação de especialistas e obstetras. Após a entrega, dependendo se o parto foi natural ou cesariana, há certos movimentos que você não pode executar ainda.

6. Amamente mais e mais

Além de ser saudável e ajudar no crescimento do seu bebê, quando você está amamentando isso te faz queimar de 300 a 500 calorias a mais do que uma mulher que não está fazendo o mesmo.

Dica bônus: saúde e depressão pós-parto

A depressão pós-parto pode te atrapalhar não só a perder peso, mas também a ter sérios problemas psicológicos, de relacionamentos, de autoestima e desenvolvimento de seu filho. Portanto, é aconselhável que o médico responsável pela gestante possa saber se ela teve episódios anteriores de depressão, para monitorá-la durante a gravidez através da aplicação de uma entrevista específica sobre a depressão pós-parto. E, caso isso não ocorra, procure ajuda de pessoas capacitadas nisso, como psicólogos e psiquiatras da família.