Proteína ajuda emagrecer de forma mais eficaz

A proteína ajuda emagrecer  por isso está entre os mais importantes nutrientes para perder peso de forma eficaz. As proteínas podem realmente ajudá-lo se livrar do excesso de gordura, especialmente aquela acumulada na barriga, através de vários mecanismos.

Proteína Ajuda Emagrecer De Forma Mais Eficaz

Neste artigo, tendo em conta várias pesquisas científicas, vamos tentar entender melhor como e porque a proteínas promove a perda de peso mais eficaz e durável.

emagrecer

Comendo mais proteína ajuda a aumentar o metabolismo, na diminuição do apetite, e ajustar o nível de certos hormônios relacionados com o aumento e redução de peso.

Proteína reduz o apetite

O hipotálamo, localizado na área central do cérebro, desempenha um papel muito importante na regulação da gordura corporal, energia e sensação de apetite. O cérebro tem de processar diferentes tipos de informações para determinar quando e quanto comer.

Alguns dos sinais mais importantes que o cérebro recebe são representados por hormônios cujos níveis mudam dependendo do que você come.

O aumento da ingestão de proteína, portanto, pode aumentar o nível de hormônios que diminuem o apetite e aumentar a sensação de saciedade: GLP-1, o peptídeo YY e colecistoquinina. É também reduzida a presença de grelina, que é o hormônios que aumenta a sensação de fome.

Isto significa que, ao substituir o carboidrato e gorduras por proteínas, é possível diminuir o hormônio da fome e aumentar várias hormônio relacionadas com apetite e saciedade. Isto leva claramente a uma perda de gordura e, portanto, peso.

Proteína ajuda a queima mais calorias

Depois de comer, algumas calorias são utilizados pelo organismo para digerir e metabolizar os alimentos. Este processo é conhecido como o efeito térmico de alimentos (ETA) ou a termogénese induzida pela dieta (TID).

Embora nem todas as fontes científicas concordam com os mesmos resultados, fica claro que as proteínas têm um impacto muito maior termogênico (20-30%) do que os carboidratos (5-10%) e gordura (0-3%).

Logo, se as proteínas têm um efeito termogênico igual a 30%, isto significa que 100 calorias provenientes dela, contam apenas 70 utilizáveis.

Proteína acelera o metabolismo

Graças ao seu alto efeito térmico, consumir mais proteína também ajuda a aumentar o metabolismo. Para fazer síntese das proteínas o corpo queima mais calorias durante o dia, e mesmo durante o sono.

Vários estudos têm demonstrado que uma alta ingestão de proteína aumenta o metabolismo e a quantidade de calorias queimadas de 80 a 100 calorias a mais por dia. Num estudo, o excesso de alimentação com um elevado teor de proteínas conduziu a queimar cerca de 260 calorias mais por dia.

Neste sentido, uma dieta rica em proteínas é certamente mais vantajosa a nível metabólico do que as dietas com um consumo mais baixo de proteína.

Proteína faz comer menos calorias

Já mencionamos o fato de que as proteínas diminuir a fome e o apetite através de mecanismos diferentes. Isso pode, naturalmente, levar a uma redução na ingestão de calorias. Em outras palavras, se come menos calorias porque você tem menos fome.

Numerosos estudos têm mostrado que aqueles que aumentam a ingestão de proteínas no corpo, começar a introduzir menos calorias. Esta melhoria ocorre refeição após refeição, dias após dia, de forma espontânea, sem ter de se esforçar ou ficar contando calorias.

Um estudo mostrou que uma dieta na qual as proteínas representam 30% das calorias média leva a uma diminuição na ingestão de calorias de 441 calorias por dia, o que é uma quantidade muito elevada.

Comer proteínas preveni a perda de massa muscular

A perda de peso nem sempre coincide com a eliminação de gordura corporal. Quando você perde peso, mesmo a massa muscular tende a diminuir. No entanto, o que você realmente deseja excluir é armazenada gordura no corpo, tanto a gordura subcutânea e a gordura visceral (que se deposita ao redor dos órgãos).

Perder massa muscular é um efeito colateral da perda de peso, e a maioria das pessoas não querem isso. Outro efeito colateral da perda de peso é que seu metabolismo tende a desacelerar, assim queimando menos calorias do o normal.

Comer uma grande quantidade de proteína reduz a perda de músculo, que por sua vez deve ajudar a manter uma maior taxa metabólica. Os exercícios de força são outro fator importante para prevenir a perda de massa muscular e da desaceleração metabólica quando você perder peso.

Por estas razões, uma alta ingestão de proteína combinada a treinamento de força são dois componentes muito importantes para o programa de perda de gordura e peso eficaz.

Assim, dietas ricas em proteínas não só dão benefícios a partir de um ponto de vista metabólico, mas também porque reduz o apetite, sendo altamente saciante e favorece uma diminuição espontânea e natural em calorias consumidas através de outros alimentos.

Qual a quantidade diárias de proteína?

A dose diária recomendada de proteína é de cerca de 48 gramas para uma mulher sedentária de 60 kg (0,8 gramas de proteína por kg de peso corporal).

E cerca de 56 gramas para um homem de 70kg sedentário. Estes valores podem ser o suficiente se você quiser prevenir a deficiência de proteína, mas estão longe de ser ideal se você está tentando perder peso (ou ganhar massa muscular).

Você pode descobrir o quanto de proteína precisa multiplicando a ingestão calórica por 0,075. Por exemplo, em uma dieta de 2.000 calorias você deve comer cerca de 150 gramas de proteína (2000 x 0,075).

Você também pode calcular as necessidades de proteína com base no seu peso corporal, por exemplo, de um modo geral, recomenda-se a introdução de 1,5g a 2g de proteína por quilo de massa corporal magra.

No entanto, deve sempre ter em mente que em qualquer caso, uma alta ingestão de calorias dificulta a perda de peso. As proteínas podem reduzir a fome e aumentar o seu metabolismo, mas você nunca irá perder peso se continuar a ingerir mais calorias do que o corpo queima.

É ainda mais difícil de eliminar a gordura acumulada por junk food. Por esta razão, você deve sempre seguir uma dieta equilibrada, caracterizada por comida saudável, de qualidade e de preferência, orgânica.

Deixe o seu comentário!