Reduzir Gorduras Corporais: Conheça 5 Dicas para Conseguir

Emagrecendo com Saúde: 5 superdicas para reduzir gorduras corporais sendo que achar que emagrecer ou fazer uma dieta irá funcionar porque você acredita que comer aqueles docinhos ou a batata frita escondida não vão afetar em nada o seu começo de perda de peso… Bem, isso pode ser um dos primeiros sinais de que a dieta não passará das primeiras horas ou dias.

Não adianta querer “enganar” a própria dieta: se ela prescreve comer determinados alimentos de modo saudável e se privar (em quantidade ou qualidade) de outros, é necessário segui-la. Do contrário, seja sincero: por que está fazendo esta dieta se não a está seguindo?! Não faz sentido, concorda?

A autossabotagem é prejudicial em todos os momentos da perda de peso, mas logo no início de um processo de redução de gorduras corporais ela é pior ainda.

Ter persistência e o mínimo de disciplina em não burlar as regras que você mesmo acha que são válidas para a perda de peso, por exemplo, faz com que o começo da dieta possa ser bem-sucedido e, o que realmente, que ela possa se manter pelo prazo determinado e de acordo com a meta de emagrecimento saudável desejado seguindo as 5 superdicas para reduzir gorduras corporais.

Mais do que o famoso e clichê “Foco, Força e Fé” é preciso ter algo realmente importante em sua mente: emagrecer não é trabalho extremamente fácil para algumas pessoas, mas (pre)ver os resultados futuros é recompensador.

Projete, imagine e, a melhor parte, coloque em prática todos os seus planos de mudança na qualidade da alimentação e no estilo de uma vida mais saudável.

Assim, para te ajudar a colocar, literalmente, em atividade todo o planejamento da perda de peso, separamos 5 superdicas que irão auxiliá-lo a emagrecer e reduzir gorduras corporais de um jeito que talvez você ainda não tivesse imaginado.

1- O corpo é sábio:
Quando você começa a entender que alimentação saudável e equilibrada representa de 60 a 70% de sucesso na perda de peso e de gordura corporal, seu corpo compreende que uma mudança está ocorrendo e, como o metabolismo é adaptável, ele começa a agir de maneira distinta também.
Isso equivale a dizer que seu corpo é sábio o bastante para queimar gorduras corporais a partir do equilíbrio entre a ingestão de calorias e a queima destas. Se começar a fazer pelo menos 3 vezes por semana alguma atividade física ou esporte, seu corpo irá entender o que acontece com ele de forma mais rápida ainda e irá iniciar o processo de emagrecimento.

2- A escolha dos alimentos saudáveis:
Você já deve ter lido ou ouvido esta informação em algum lugar: “É preciso saber escolher nossos alimentos de modo que nossa saúde seja a prioridade”. E mesmo que tenha
conhecimento dela você tem noção da importância da escolha de alimentos na hora de fazer sua refeição?

Aprender a comer, decidir o que o corpo precisa e como comê-lo (nas horas certas e em quantias necessárias) é uma das chaves para o sucesso de perder peso. Preferir preparar
alimento frescos e orgânicos é uma ótima alternativa aos enlatados, comidas pré-prontas e às redes de fast food.
Carnes brancas grelhadas, assadas ou cozidas no vapor com especiarias e vegetais que dão cor e sabor ao prato são possibilidades que mostram que você está fazendo uma
boa escolha na hora de selecionar alimentos saudáveis e nutritivos.

3- Perder peso é diferente de punir-se ou sofrer demasiadamente:
Não existe a necessidade de entender como sinônimos as palavras “emagrecimento” e “sofrimento”. Não, essa correlação é a mais errada possível pois induz ao pensamento de que para perder gorduras corporais é extremamente fundamental um tipo de punição.

E até mesmo sadismo imaginar ser possível optar por sofrer ao invés de encarar a situação de mudança como uma possibilidade de revisão de atitudes, comportamentos e visão de mundo estabelecida no consumo, ociosidade e alimentação desregrada.

Se você está sofrendo é porque seu processo de emagrecimento está errado ou radicalizado, no sentido de que você talvez necessite de ajuda de profissionais ou especialistas da área. Punir-se e ficar sem comer por dias seguidos, por exemplo, não irá te levar ao emagrecimento ou perda de gordura corporal, mas à perda de saúde e possivelmente ao leito de algum hospital.

4- Livre-se das tensões e pressões que levam à frustração:
Fazer um plano de pequenas refeições saudáveis de 3h em 3h é preferível do que preocupar-se e, consequentemente, ceder à ansiedade e não cumprir sua rotina de exercícios, dieta e atividades de perda de gordura corporal.

Reconhecer o que desencadeia atitudes de tensão e frustração (e aqui a ajuda de profissionais que lidam com isso é essencial) e o leva a comer mais do que o normal ou indicado é primordial para evitar recaídas durante o processo de emagrecimento.

Isso significa que você pode controlar melhor os momentos e sempre pensar em dar um passo para frente na queima de calorias do que dar dois ou mais passos para trás em situações típicas de “enfiar o pé na jaca” perdendo quase tudo o que foi conquistado até então.

5- Não conte as calorias que você ingere constante ou diariamente.
Sim, é preciso controlar o que se come no sentido de fazer boas escolhas alimentares em porções adequadas. Não, você não irá reduzir gorduras corporais contando frequentemente todas as calorias ingeridas do momento em que acorda ao momento em que vai para cama.

O máximo que você pode conseguir com isso é o aumento de pressão por perceber que não está perdendo peso tão rápido e magicamente como você espera.

Contar calorias todos os dias ou mesmo se pesar constantemente leva à má compreensão da variação (normal) da massa corporal.

1 comentário em “Reduzir Gorduras Corporais: Conheça 5 Dicas para Conseguir”

Deixe um comentário