Efeito sanfona: 6 Maneiras para Evitar na Sua Dieta

Se acalme, o efeito sanfona não é nada agradável, mas você não está sozinho nessa

Efeito sanfona como evitar, vamos ensinar as 6 melhores maneiras de como acabar com esse mal que atormenta as dietas. Se você está cansada de emagrecer e, em poucas semanas ou meses depois, reconquistar pouco a pouco (ou muito) o peso perdido?

efeito sanfona, como fazer, cardápio, calorias, receitas, pdf, emagrece mesmo, alimentos permitidos, frutas proibidas, depoimentos, original , antes e depois, relatos

Saiba seu peso ideal

Digite seu: Peso(ex:83) e Altura(ex:1-65):

-

Efeito sanfona o que é: É o ato de engordar e emagrecer repetidas vezes, em alguns casos, o efeito sanfona pode estar ligado o fator genético que fala mais alto e pode exercer um papel relevante nesse sentido – ou seja, já que o DNA de algumas pessoas favorece o ganho de peso é necessário redobrar a atenção com os exercícios e as dietas de emagrecimento.

Para prevenir é preciso aceitar: ter a necessária força de vontade para manter hábitos saudáveis a longo prazo (temos a tendência ao imediatismo) é mais desafiador e complexo do que os seguir por pouco tempo, especialmente se uma pessoa já ter um histórico de emagrecimento almejado e conquistado.
Vale notar que o fator hormonal, por exemplo, pode provocar alterações no organismo humano e, como consequência disso, lutamos contra a balança e o corpo trava uma batalha contra o novo peso.

Perder peso nem sempre é uma tarefa fácil, mas o que realmente importa (e muitas pessoas buscam) é como manter o atual peso desejado, o corpo sempre saudável e, o principal, evitar o temido efeito sanfona.

Efeito sanfona: confira agora as 6 maneiras de se livrar

Descubra agora 6 dicas para se manter no peso e evitar o efeito sanfona durante o processo de emagrecimento contínuo e saudável:

1) O azeite de oliva nas refeições

Incluir azeite de oliva na hora de preparar a comida é uma excelente saída para evitar o acúmulo de peso que teima em voltar. Mais do que usá-lo em saladas, o azeite de oliva pode ser colocado em poucas porções também em carnes brancas e magras. A melhor parte? Ele ainda faz com que você consuma gorduras boas (as insaturadas) ajudando o corpo a emagrecer e manter a saúde com ômega 3, por exemplo.

2) Selecione fontes de energia saudáveis no dia a dia

Alimentos como frutas, hortaliças, legumes e, principalmente, frutas secas são a melhor companhia para quem não deseja o efeito sanfona durante o emagrecer. Todas estas fontes alimentícias possuem muitas fibras e podem ser preparados crus (depois de bem lavados) ou batidos como vitaminas. O ideal é tentar comer, ao menos, cinco porções de frutas, frutos secos e verduras ao dia (evitando quantidades demasiadas).

3) Coma em casa: além de escolher bem os alimentos, é mais barato

Durante as dietas é necessário ter autocontrole, todos sabem disso. Mas isso não significa que comer fora seja a saída para evitar as tentações da cozinha caseira. Pelo contrário, as chances de se alimentar mal e dar aquela escorregadela na dieta são muito maiores. As opções de fast food ou pizzas de farinhas brancas, por exemplo, são literalmente um prato cheio para o efeito sanfona.

4) Não consuma frituras ou açúcar branco em excesso

Evite estes alimentos e evitará o efeito sanfona. A gente sabe que a boca chega a salivar quando lembra deles. Mas é justamente aí que entra reeducação alimentar: busque novos sabores, novos temperos, novos prazeres e novas receitas. Eduque seu paladar sem os excessos de comidas nocivas à saúde e, quem sabe, você pode começar a salivar por um delicioso prato de salada ou até mesmo começar a utilizar o mel ou a estévia no lugar do açúcar.

5) Tome o melhor líquido que seu corpo precisa: muita água!

A água é o que faz nosso corpo manter-se hidratado e longe do efeito sanfona. Ela é o motor do corpo e o ajuda a manter todo o funcionamento dos órgãos nos eixos. Beba entre um e dois litros de água potável por dia faz com que o sentimento de saciedade seja mais constante.

E se às vezes você imaginar que tem fome logo após comer… bem, experimente beber um belo copo d’água e espere para ver. O corpo costuma enviar sinais de que necessita de hidratação, mas há situações em que confundimos, não raramente, estes sinais com a sensação e necessidade de comer mais e mais.

6) Consuma mais cereais ao invés de alimentos ricos em carboidrato

Alimentos como quinoa, soja e aveia são muito melhores na substituição de alimentos ricos em gorduras saturadas e carboidratos. Optar por se alimentar de uma variedade de cereais integrais não só assegura que seu corpo obterá mais nutrientes como também ajuda a tornar as suas refeições e lanches mais interessantes.

Enquanto os alimentos integrais são mais recomendados a quem quer perder peso, os alimentos como macarrão e pão branco, por exemplo, são grandes e declarados vilões do efeito sanfona.

Dica Bônus: Não se esqueça: uma simples e pequena oscilação do peso é considerada natural. Isso quer dizer que engordar 3 a 4 quilos no ano, por exemplo, não configura consequências do efeito sanfona. Então, mais do que focar no emagrecimento saudável, tenham em mente que é necessário continuar a mantê-lo com muita disciplina, cuidados de especialistas e uma alimentação equilibrada.

(Média 3.1 de 5, 16 votos)